• Dia Mundial do Meio Ambiente
  • 2016

    A conscientização em relação à preservação do meio ambiente se destaca como uma das principais ações para a consolidação do desenvolvimento sustentável da Marcopolo. A empresa possui as mais importantes certificações, como ISO 14.001, OHSAS 18001 e SA 8000, entre outras. O setor de Assessoria Engenharia Ambiental garante o levantamento e avalia o cumprimento da legislação ambiental aplicável, define e orienta a coleta seletiva dos materiais descartados, fomenta a busca de alternativas para redução de resíduos gerados no processo produtivo e determina a sua destinação final adequada. Com atitude pró-ativa e profissionais especializados, a Marcopolo investe em treinamento e novas tecnologias para controlar e/ou minimizar os impactos ambientais decorrentes da sua atividade. Programas voltados às questões ambientais fazem parte da política de gestão da Marcopolo.

    O programa Reciclagem com Reuso, desde a sua adoção, em outubro de 2001, possibilita a reciclagem anual de mais de 250 toneladas de resíduos de papel com tinta, preservando cerca de 7 mil árvores. O projeto, distinguido com os prêmios Expressão de Ecologia 2002 e Top de Ecologia ADVB 2002, permite reciclar todo o resíduo de papel com tinta gerado nos processos de isolamento para pintura das carrocerias. O Gerenciamento Continuado de Resíduos Sólidos é outro programa da Marcopolo voltado para o meio ambiente. Implementado 1999, permite reduzir em até quatro vezes o passivo ambiental, além de recuperar um terço dos materiais que anteriormente eram descartados. O processo tem início com a coleta seletiva dos resíduos na fonte geradora, que passam pelo armazenamento provisório em centrais, e depois encaminhado para uma Unidade de Processamento de Resíduos (UPR) própria, licenciada pelo órgão ambiental. A UPR tem a finalidade de agregar valor aos materiais descartados, identificar possibilidades de reuso, promover a comercialização adequada dos materiais recicláveis, fornecer as informações necessárias para o controle do desperdício dos materiais e promover o acondicionamento final em células de aterro para os resíduos não recicláveis.

    A Marcopolo também trata os efluentes gerados no processo produtivo. A eficiência do tratamento é garantida por laboratório próprio, cadastrado no órgão ambiental. Também é realizado o monitoramento anual de emissões atmosféricas, completando assim o ciclo do Sistema de Gestão Ambiental.

  • 2008

    Em 2008 o Dia Mundial do Meio Ambiente não passou em branco pelas unidades das empresas Marcopolo no Brasil. Durante a Semana do Meio Ambiente, celebrada no período de 2 a 6 de junho, os colaboradores receberam diversas mudas de sementes, entre flores, condimentos e ervas medicinais, junto a uma cartilha que explica como construir uma composteira caseira, formada por restos de alimentos que podem ser transformados em húmus para o plantio de sementes. Esta iniciativa teve por objetivo conscientizar o quadro de colaboradores sobre a importância da preservação do meio ambiente e da qualidade de vida no planeta, a partir de ações simples, mas responsáveis. A reciclagem e o reuso de materiais constitui-se hoje numa das ações mais importantes para o desenvolvimento sustentável. Ações como essas demonstram o comprometimento da Marcopolo com meio ambiente e com a sociedade onde está inserida. Treinamentos internos e palestras para escolas.

  • 2007

    2007 foi comemorado com a entrega de uma muda de árvore por colaborador juntamente com um folder explicativo numa campanha de conscientização em relação ao combate ao aquecimento global, com os seguintes objetivos: Responsabilizar cada pessoa sobre os impactos pessoais que contribuem para o aquecimento global; Possibilitar que cada pessoa plante uma árvore contribuindo com a neutralização das suas emissões de CO2; Fomentar o entendimento sobre a responsabilidade de cada um no atendimento de metas globais.

  • 2006

    Foi entregue um folder explicativo para todos os colaboradores das unidades brasileiras. As informações apresentadas privilegiaram temas como a coleta seletiva de resíduos e as formas de tratamento e disposição final, bem como a questão da preservação da água como forma de uso sustentável de recurso natural e economia com retorno financeiro.

  • 2005

    Os jardins da empresa foram enriquecidos com o plantio de mudas de azaléia. Foram convidados colaboradores representantes de todas as áreas da empresa para realizarem o plantio de uma muda da flor por departamento.

     

    Azaléia: “Arbusto da família das Ericáceas, a azaléia foi escolhida para representar o Dia do Meio Ambiente por simbolizar a alegria, o sucesso, vida e bravura. A planta é muito popular e pode ser encontrada formando cercas-vivas, fazendo parte de jardins, corredores e entradas de salas, mesmo quando cultivada em vasos. Alguns dos segredos de seu sucesso consistem no período de floração, que acontece nos meses de inverno e início da primavera, e por ser considerada rústica e resistente. Ela suporta com bravura certas condições climáticas adversas, proporcionando um colorido especial no local onde foi plantada. Para se ter essa planta, basta cortar uma muda de uma árvore adulta, pois não existem sementes para o cultivo desta espécie.”

  • 2004

    Em 2004, foram promovidas várias atividades na Escola Estadual Raquel Graziotin, em Caxias do Sul, que integrou o projeto Escolas 2004. O evento foi direcionado para os alunos de primeira a quarta séries. O tema explorado neste encontro foi a água, em homenagem ao Ano Internacional da Água. A programação contou com uma caminhada até a represa São Miguel do Complexo Dal Bó, onde foi explicado o ciclo das águas. Ao retornarem à escola, os alunos demonstraram o seu entendimento por meio de desenhos, os quais foram expostos no refeitório da empresa durante a semana seguinte ao evento. O encerramento se deu com o plantio de mudas de árvores no entorno da escola. Também em 2004, a Marcopolo participou do projeto Participando da Semana do Meio Ambiente, promovido pela Divisão de Educação Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Caxias do Sul, tendo recebido um certificado de empresa parceira do meio ambiente.

  • 2003

    Os colaboradores receberam um disco informativo com todos os programas ambientais desenvolvidos internamente, além de uma série.

  • 2002

    A Marcopolo entregou vasos com mudas plantadas e floridas, brindes que simbolizam todo o processo de controle e gerenciamento ambiental realizado atualmente dentro da companhia. Os vasos foram fabricados a partir dos resíduos de polipropileno gerados na empresa. Graças à coleta seletiva, o material pôde ser encaminhado para a indústria recicladora e transformado em um novo produto. O húmus utilizado para plantar a muda provém da compostagem do lodo biológico, gerado no processo de tratamento dos efluentes orgânicos (sanitários e de cozinha) da própria Marcopolo. Uma etiqueta foi colada nos vasos com os seguintes dizeres: “Do lixo foram separados os plásticos, que foram enviados aos recicladores, que produziram esse vaso. Do tratamento de efluentes foi gerado o lodo biológico, que, compostado, se transformou em húmus. Neste vaso e neste húmus foi plantada essa muda que cresceu e floresceu”. Esta ação teve vários objetivos, entre os quais o de comprovar a importância da coleta seletiva dos materiais, comprometer os colaboradores na responsabilidade da coleta seletiva, introduzir o conceito de reuso de materiais recicláveis nos processos produtivos, chamar a atenção para as questões do desperdício de materiais e difundir o atual estágio de gerenciamento de resíduos industriais da empresa.