Entidade firma parceria com Prefeitura de Caxias do Sul para ampliar benefícios à instituição de ensino e à comunidade

A Fundação Marcopolo anunciou ontem, dia 4 de julho, investimentos de R$ 150 mil para a realização de reformas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Rosário de São Francisco. A instituição foi a escolhida, no final do ano passado, para receber o patrocínio da entidade pelos próximos três anos, dentro do Projeto Escolas, importante programa desenvolvido desde 2003 pela fundação, em prol da melhoria do ambiente escolar na comunidade de Caxias do Sul e região.

O investimento da Fundação Marcopolo resultou também na participação e envolvimento da Prefeitura de Caxias do Sul, que fará melhorias no ambiente escolar. “Precisamos reforçar parcerias como essa entre esferas pública e privada, que, mesmo diante das dificuldades, nos permitem encontrar mais soluções para o município”, destacou o prefeito Daniel Guerra, que conheceu os principais desafios da instituição, vividos por alunos, professores e funcionários, apontados pelo projeto e pela equipe diretiva. 

Segundo o diretor executivo da Fundação Marcopolo, Alberto Calcagnotto, desde o começo do ano, o Projeto Escolas possibilita à Escola Rosário de São Francisco a realização de atividades culturais, como ballet e jazz; aulas teóricas e práticas da Orquestra Jovem; aulas de futebol e dinâmicas em parceria com grupos de outros projetos da entidade para os estudantes; bem como oficinas e palestras para pais e professores. 

A diretora da Escola Rosário de São Francisco, Tânia Mara Spiandorello, destacou as mudanças positivas que o projeto vem proporcionando. “As atividades melhoram a autoestima dos nossos estudantes e a sua participação social. Os pais também estão muito integrados às atividades”, comentou.

Projeto Escolas

Iniciado em 2003 o Projeto Escolas surgiu após um mapeamento feito junto aos colaboradores da Marcopolo, onde sugeriram que a Fundação Marcopolo realizasse um trabalho educativo nas escolas do município de Caxias do Sul. Nestes 15 anos, cerca de 4.200 estudantes foram beneficiados em oito escolas participantes. A última escola contemplada foi a E.M.E.F. Professora Marianinha Queiroz.

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do ambiente educacional, das relações entre a comunidade escolar e da formação para a cidadania, o projeto favorece a Educação Integral por meio de atividades sócio educativas, buscando o desenvolvimento das diversas dimensões do ser humano. Entre as atividades desenvolvidas estão a capacitação dos professores, cursos técnicos preparatórios para o mercado de trabalho, implantação de música na escola através de orquestra e coro, atividades esportivas. Além disso, oferece suporte a projetos por meio de recursos humanos e financeiros.

Crédito das imagens: Mateus Argenta